Os 05 motivos que dificultam o termino de um relacionamento abusivo




Com o avanço da sociedade, novas formas de constituição familiar tomaram forma dentro da sociedade moderna. A definição dos papéis dentro da família tem-se ampliado, sendo hoje a instituição família não sendo considerada um conceito exclusivamente heterossexual, monogâmico, consanguíneo, entre outros. Entretanto, uma coisa em comum está presente em todas esses arranjos familiares, sendo ele a violência doméstica. Embora seja mais corriqueiro ver no dia-a-dia atrelada ao homem como agressor e a mulher como vítima, a violência domestica também ocorre tanto em outras formações familiares como em outros membros da família. Uma coisa é certa, ninguém, em nenhum destes contextos, gostam de sofrer qualquer tipo de violência, no entanto alguns fatores as (os) mantêm nesses lugares, assim, listamos os 05 motivos que dificultam o termino e mantém as vítimas dentro destes relacionamentos abusivos:

1º - Sentimento de incapacidade:

 - A vítima de violência doméstica sente-se incapacitada de reagir a situação principalmente por sentirem-se dependentes financeira e afetivamente do (a) agressor (a). Esse comportamento mantém a vitima sem reação até mesmo por conta da inferiorização promovida dentro da agressão, onde a parte praticante do ato agride verbalmente com palavras como: "Você é um lixo"; "Ninguém além de mim te suporta"; "Você não tem dinheiro e não presta pra nada".

2º - Baixa autoestima:

 - Dentro desse contexto, a vítima se sente mal consigo mesma, acredita nas palavras do (a) agressor (a) contra ele (a) e se mantém dentro da relação abusiva por acreditar que está errada. Esse comportamento a mantém em um ciclo vicioso de pensamentos de inferioridade sobre si, não conseguindo dar passos para deixar ou denunciar o praticante da agressão.

3º - Relação social:

- Mais comum do que se imagina, uma das maiores dificuldades está relacionada ao medo de ser julgada pela sociedade, que ainda preza pela união familiar associada aos princípios religiosos. A vítima tem medo de ser julgada pelas pessoas e pela outra parte da família se abandonar a relação, situação a qual fica mais complicada quando há filhos e dependentes.

4º Esperança de mudança do agressor:

- Muitas vítimas de violência dentro da relação, acreditam na mudança de comportamento do parceiro (a), agindo muito mais pelo afeto do que pela razão. Essa situação aparece em desequilíbrio, uma vez que a pessoa deve tem a compreensão de todo o contexto e dos elos que mantém o casal unidos. Neste ponto, a baixa autoestima pode levar a pessoa a fantasiar uma relação a qual de fato não está e não irá de fato acontecer.

5º - Medo da denúncia:

- Sabemos que a justiça brasileira tem falhado sequencialmente em medidas de punição e até mesmo protetivas com quem sofre as agressões, além das contínuas ameaças sofridas pela vitima em caso de abandono ou denuncia. Isso mantém as relações em um ciclo vicioso, onde o desfecho raramente segue um bom resultado.

Sabemos que o termino de uma relação abusiva não é simples, sendo necessário muita coragem para enfrentar o que está por vir. Uma das maneiras de passar por essas situações é procurando ajuda de profissionais e especialistas com recursos para ajudar a passar pela situação. Políticas públicas como a Central de Atendimento a Mulher, 180, tem-se mostrado como uma importante ferramenta de acesso ao fim desses abusos, portanto se você se encontra dentro dessas situações, não se cale, procure ajuda, pois você não estará sozinha (o) nessa luta.


Os 05 motivos que dificultam o termino de um relacionamento abusivo Os 05 motivos que dificultam o termino de um relacionamento abusivo Reviewed by Ailton Melo on dezembro 15, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.