3 passos para desenvolver bom senso crítico

senso crítico inteligente


Todos os dias nos deparamos com uma infinidade de pessoas que se autointitulam "muito inteligentes" e com capacidade de exercer pensamentos críticos sobre as coisas. Não generalizando, uma grande parcela das pessoas acreditam estar acima da média quando o assunto é capacidade intelectual, entretanto como essas pessoas desenvolvem essa capacidade crítica de alto nível que elas acreditam ter? Você já parou para se perguntar onde elas aprenderam a desenvolver o pensamento crítico? Aprender a ter um pensamento cético associado a bom senso não é como aprender história, tão pouco está somente associado a um conjunto de fatos, datas ou idéias. O pensamento crítico é um processo, cuja única forma de aprender é colocando em prática as ideias, mas, para colocá-las em prática você precisa aprender.


E como você pode sair desse círculo sem fim e desenvolver um um bom senso crítico?


APRENDA O BÁSICO: LÓGICA, ARGUMENTOS, FALÁCIAS

Desenvolver bom senso crítico é um processo que depende de certos princípios sobre o que constitui um bom e mau raciocínio. Não há substituto para o básico, e se você acha que já conhece todos os princípios, provavelmente é um bom sinal de que você precisa revisá-los.

Não assuma que você conhece tudo; em vez disso, suponha que você tenha muito a aprender e faça questão de revisar regularmente as diferentes formas e contextos em que podem ser utilizadas falácias, como os argumentos lógicos são construídos e assim por diante.

PRATIQUE O BÁSICO

Não basta simplesmente ler o básico. Você precisa usar ativamente o que aprende também. É como estudar um um idioma, mas nunca colocá-lo em prática, você nunca será tão bom quanto uma pessoa que pratica habitualmente esse idioma.

Quanto mais você usa a lógica e os princípios do bom senso crítico, melhor você irá fazê-lo. Construir argumentos lógicos é uma maneira óbvia e útil para conseguir isso, mas uma ideia ainda melhor pode ser avaliar os argumentos dos outros porque isso pode ensinar-lhe o que fazer e o que não fazer. 


REFLITA: PENSE NO QUE VOCÊ PENSA

Se você chega a uma conclusão sem pensar sobre o fato, você estará cometendo um grande equívoco, pois  esse é um péssimo hábito quando o assunto é bom senso crítico. O ato de não pensar no que está fazendo te colocará em uma situação delicada, onde aqueles que possuem o bom senso, além de invalidar seus argumentos, passarão a invalidá-lo como um todo. Ao contrário desse raciocínio dogmático, características do pensamento crítico estão relacionadas a reflexão deliberadamente consciente sobre seus pensamentos. Esse é o ponto principal.

O bom senso crítico não está apenas relacionado a criticas de diálogos e conhecimentos  dos outros, mas também ser capaz de treinar o mesmo sobre suas próprias ideias, opiniões, inclinações e conclusões. Para fazer isso, você precisa ter o hábito de refletir sobre seus pensamentos.

Você sabia que a ansiedade pode agir como uma barreira impedindo o desenvolvimento do pensamento crítico? Se você é ansioso, sugiro que leia nossa matéria com alguns exercícios básicos e eficazes para diminuir a ansiedade.

De certa forma, isso pode ser mais difícil do que de fato parece, mas produz recompensas em muitas áreas diferentes. Pratique, você consegue!

Obter ajuda:

Publicado por:

Portal de Psicologia Jovem com Ciência
Psicólogo Ailton Melo  
Portal: jovemcomciencia.com
Redes sociais e currículo:

Referências:

DWYER, C. P.; HOGAN, M. J. An integrated critical thinking framework for the 21st century. Thinking Skills & Creativity, v. 12, p. 43-52, 2014.

VOHS, K. D. et al. Making choices impairs subsequent self-control: a limited-resource account of decision making, self-regulation, and active initiative, 2014.
3 passos para desenvolver bom senso crítico 3 passos para desenvolver bom senso crítico Reviewed by Ailton Melo on janeiro 09, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.