O lado negro do Facebook: como identificar “amigos” perigosos


Amigos ou inimigos?

Você conhece uma nova e encantadora pessoa em um evento social organizado por um amigo em comum. Na manhã seguinte, você recebe seu pedido de amizade no Facebook . Recordando a agradável conversa da noite anterior, você rapidamente clicou "aceitar" sem pensar muito. Ela parecia legal o suficiente.

O que isso significa? Conceder a um estranho,  acesso virtual a uma parte significativa da sua vida privada e informações pessoais.

Na maioria das vezes, aceitar um pedido de amizade é inofensivo, porque a maioria das pessoas usa o Facebook como forma inocente e saudável de complementar e compartilhar seu dia a dia. Ocasionalmente, no entanto, entregar a um estranho uma chave para o seu mundo virtual pode ser um grande erro.


A maldade no Facebook 

A tríade obscura da personalidade: psicopatia, maquiavelismo e narcisismo, são três características que você quer evitar ao considerar uma nova solicitação de amizade. Mas existe uma forma de evitá-las com precisão? Algumas pesquisas (além do senso comum) dizem que sim - algumas características mais do que outras.  

Estudiosos da psicologia, baseados nos perfis do Facebook, descobriram que para os mais observadores, é possível detectar o narcisismo nos perfis da rede social - mais do que psicopatia e maquiavelismo.

Outra pesquisa sugere que pessoas mal intencionadas agem de maneira diferente online. Psicólogos observaram que o maquiavelismo é caracterizado pelo distanciamento emocional, cinismo e manipulação interpessoal. Especificamente, eles descobriram que as pessoas maquiavélicas são mais agressivas, desonestas e se preocupam apenas consigo mesmas, fazendo autopromoção de si. Algumas pessoas são ainda mais perigosas, promovendo a violência nas mídias sociais.


Interação e monitoramento no Facebook: uma bênção e uma maldição

O Facebook oferece naturalmente recursos de monitoramento e interação projetados para promover relacionamentos positivos.. Esse ponto é uma faca de dois gumes. Pessoas maldosas podem se tornar um perigo em potencial ao valerem-se dessas ferramentas para prejudicar ou ameaçar o outro. 

Por esse motivo o Facebook pode ser tanto uma bênção relacional quanto uma maldição. Pessoas ciumentas ou inseguras geralmente empregam estratégias destinadas a manter o controle de seus relacionamentos. Essas estratégias de controle utilizadas no Facebook são um sinal perigoso e indicam que situações violência podem estar a caminho ou até mesmo acontecendo. 

A exibição de fotos de viagens, relacionamentos e passeios é comum no Facebook e parecem aumentar a satisfação pessoal das pessoas a cada novo like. Entretanto, no Brasil, estudos sobre o tema tem dado conta de que esse monitoramento está diretamente ligado a situações de violência domestica entre casais, em parte porque são motivados pela inveja, e o Facebook é um ambiente online que evoca ciúmes. Esses ciúmes e a vigilância na rede social estão ligados à agressão física e psicológica. Esse é um dado perigoso, pois o controle nas redes sociais, de modo geral, tem se tornado um comportamento comum.

Facebook e relacionamento virtual

Embora possa parecer algo inofensível, o controle e a vigilância no namoro virtual, tem aumentado cada vez mais as postagens com fotos humilhantes e comentários rudes ou ameaçadores. As novas tecnologias permitem que um agressor controle e intimide um parceiro online, em vez de pessoalmente.Entretanto, o abuso de namoros virtuais também está correlacionado com violência física. Relacionamentos virtuais abusivos são mais propensos a se envolverem em situações de violência doméstica e psicológica.


O abuso do monitoramento constante, pode se tornar normalizado quando é interpretado como algo normal e aceitável, mas isso pode ser perigoso  a medida em que o ambiente do Facebook diminui a individualidade e aumenta o compartilhamento de informações, gerando a expectativa de saber o que outras pessoas estão fazendo em todos os momentos.


Escolha seus amigos com cuidado 

O Facebook tem investido cada vez mais em segurança para os seus usuários, no entanto é necessário que cada um saiba usar esses recursos para se protegerem de pessoas maldosas e negativas. Não há motivo para desligar sua conta do Facebook. Compartilhe com sabedoria, poste com responsabilidade e escolha seus amigos cuidadosamente.

Confira também nossas matérias sobre como lidar com pessoas agressivas e como manter pessoas tóxicas distantes.

Obter ajuda:


Publicado por:
Portal de Psicologia Jovem com Ciência
Psicólogo Ailton Melo  
Portal: jovemcomciencia.com
Redes sociais e currículo:

Referências:



O lado negro do Facebook: como identificar “amigos” perigosos O lado negro do Facebook: como identificar “amigos” perigosos Reviewed by Ailton Melo on agosto 31, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.